Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delicate Notes

As memórias são para ser partilhadas

A importância da Independência

(13) Likes | Tumblr

Um dos meus principais objetivos a longo prazo e no qual me foco, é ser independente. Não ter de depender dos pais e, muito menos de um (futuro) marido. Claro que isto não se trata apenas de independência, mas de trabalhar para ser bem sucedida e atingir a minha realização pessoal, enquanto profissional no mercado de trabalho. Se para ter essa independência estiver a fazer o que gosto, melhor ainda. Nada me conforma mais do que ter o meu próprio dinheiro, fruto do meu trabalho, não ter de justificar onde o gastei a ninguém, poder geri-lo à minha maneira e conseguir assegurar uma casa só minha.

Penso que o facto de viver muito próximo de uma realidade destas, me fez querer lutar ainda mais por isto. Ver uma família constituída, em que o rendimento todos os meses vem apenas de um dos lados e pensar que essa pessoa depende da outra para sobreviver e por isso, ter de lhe dar justificações dos gastos e de se ter de sujeitar a todas as circunstâncias. Imaginemos, uma eventual separação, a pessoa ficaria numa situação muito complicada. Se hoje em dia, os jovens têm dificuldade em arranjar emprego, quanto mais uma pessoa que nunca trabalhou na vida e que está nos seus cinquenta anos. E por tudo isto, vive debaixo do domínio de quem a sustenta e tem de se sujeitar a tudo e inclusive, engolir muitos sapos para não ficar sem nada. E é com esta situação, que eu sei que é isto que não quero para mim. Não sou convencional ao ponto de me imaginar a chegar a casa após um dia de trabalho e ir buscar uma cerveja ao meu marido que está a ver futebol e que também está "muito cansado". Aliás, rapazes que me venham com a história "a mulher é para trabalhar em casa, é que faz todas as tarefas domésticas e foi feita para isso" é logo um grande NÃO, vontade de lhes acentar uma chapada na cara e por mim, podem voltar para o sítio de onde vieram. Se ambos trabalham e sozinhos se conseguem sustentar, ambos trabalham também em casa. A mulher não é mais o burro de carga. Eu ambiciono uma carreira e acima de tudo, independência. Porque depender do outro é uma autêntica merda.

2 comentários

Comentar post

Beatriz, 17. Ciências e Tecnologias


Seguir

Follow

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D