Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delicate Notes

As memórias são para ser partilhadas

Lost in time

Tumblr

Ontem foi um dia péssimo. Para além de estar naqueles dias do mês, parece que tudo desabou. No ballet, estou em risco de perder a melhor nota de exame, segundo o que toda a gente me diz e ainda me vêm com conversas do género "Não sei como te deixaste passar assim." Se me dão imensa raiva? Dão. Não se pode ser sempre a melhor, não podemos estar sempre em cima, no topo. Também tenho os meus momentos menos maus e as minhas fases depressivas. Eu tento passar a imagem de que estou despreocupada com isso e digo que não me importo, mas por dentro, quero fazer mais e melhor. Mas depois sinto-me cansada. Desgasta. Exausta. Sem forças para lutar.

Porque as pessoas têm de deixar de ter esta ilusão em relação a mim. Eu não sou a menina inteligente que pensam que sou. Também falho, também tiro más notas, também fico cansada, também tenho dificuldades com algumas matérias. E têm de parar de esperar certas coisas de mim, porque vão acabar por se desiludir.

No que diz respeito aos estudos, o 10º ano está a mostrar-me que por mais esforço que façamos, as notas não correspondem à nossa dedicação. E que ser muito boa aluna no básico nos vale 0 no secundário. Claro que é importante ter bases, mas tirando isso. E com tudo isto, vejo o meu sonho a desvanescer-se cada vez mais. E isso corrói-me por dentro.

Depois são as relações, tanto de amizade como de amor. Não sinto falta de ninguém e sinto-me bem sozinha, mas acho que o meu problema é ser demasiado exigente. Quanto às amizades, estou farta de gente falsa. E farta de as ter de enfrentar todos os dias. 

Para juntar a isto, a minha irmã não vive desde Outubro cá em casa e até acho que me estou a aguentar bem,  mas provavelmente não me estou a aperceber que me está a afetar indiretamente. Os meus pais só sabem reclamar para cá e para lá. Se num dia estão muito bem, em outro dia quase que nem os consigo ouvir mais. Chego a um limite de paciência.

E por tudo isto, choro. 

5 comentários

Comentar post

Beatriz, 17. Ciências e Tecnologias


Seguir

Follow

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D